Histórico

Em 1967, com a aquisição do Externato São Judas Tadeu, uma escola com apenas 19 alunos, iniciava-se o grande sonho do professor Albano Parente: poder contribuir para a educação de crianças e jovens, formando grandes talentos, indivíduos capazes de conquistar sua autonomia, sua integridade, o respeito a si próprio e ao seu semelhante, valores indispensáveis à vida.

Essa história de trabalho começou numa casa familiar em Bento Ribeiro. Com muita determinação e idealismo, o projeto de transformar a pequena escola de 19 alunos em uma grande escola foi se consolidando até a construção de um prédio próprio, dedicado à educação.

Numa época em que o déficit escolar era muito elevado, o professor Albano Parente, decidiu buscar nas empresas, através de convênios, a parceria necessária para manter sua escola e prestar um grande serviço aos empregados das empresas e à comunidade, através da democratização de um ensino de qualidade.

Com muita visão educacional, espírito comunitário e a cooperação da sociedade organizada, de empresas e de grandes colaboradores, o projeto começava a prosperar e alçar voos mais audaciosos.

Com o sucesso do Externato São Judas Tadeu, surgiram outros projetos. O Colégio São Tomás de Aquino em Santa Cruz e o Colégio Santa Mônica em Madureira passaram a fazer parte dos mesmos ideais.

Em meados da década de 80, unificaram-se as unidades que passaram a se chamar Colégio Santa Mônica, em parceria com outro grupo, que atuava nos bairros de Cachambi e Bonsucesso.

Em 1991, o Colégio Progresso de Cascadura foi incorporado a então Rede Santa Mônica de Ensino, sob a gestão do Professor Albano.

Com a qualidade do trabalho prestado e a crença no futuro através da educação, o professor Albano construiu em 1993 uma unidade escolar no município deSeropédica para atendimento a crianças carentes, com gratuidade e material didático.

Em 1994, surgiu na rua Dias da Cruz no bairro do Méier uma nova unidade, destinada a abrigar os alunos matriculados em mais um grande projeto: foco em ingressar nas grandes universidades. E continuando na expansão, em parceria com o outro grupo, em 1995, inauguraram-se as unidades da Barra da Tijuca e Taquara em Jacarepaguá.

É em 1997 que o promissor bairro de Campo Grande recebe uma linda unidade com capacidade para atender a cerca de 1500 alunos e a unidade Madureira é transferida para a Rua João Vicente, no mesmo bairro, com novas e modernas instalações.

Em 1999, o professor Albano, face ao crescimento e a uma necessidade de gestão mais arrojada, separou-se da rede Santa Mônica e as Unidades Escolares sob sua direção passaram a ser designadas pelo nome Rede Santa Mônica Centro Educacional.

O sonho continua. No ano de 2001 a escola na Vila Olímpica da Mangueira ( Tia Neuma Gonçalves ) é implantada. Ainda nesse mesmo ano inaugurava-se a unidade Maricá.

Em 2003 surge a unidade Ilha do Governador, no Jardim Guanabara, em 2004 a unidade Freguesia em Jacarepaguá e em 2006 a unidade da Barra da Tijuca é transferida para novas instalações, muito mais modernas e funcionais, no mesmo bairro.

Em 2007, o lindo bairro do Recreio dos Bandeirantes recebe uma moderníssima unidade.

Hoje, o Santa Mônica Centro Educacional, uma das maiores redes de ensino privado do país nos segmentos de Creche, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Pré-Vestibular conta com 13 unidades escolares, aproximadamente 13.500 alunos e está presente em diversos bairros do Rio de Janeiro e nos municípios de Seropédica e Maricá.

O grupo mantém ainda inúmeras ações sociais, dentre as quais se destacam duas unidades, que atendem a mais de 1000 crianças de Ensino Fundamental __ anos iniciais. Essas unidades são a Escola Padre Valério Pierpaoli, no município de Seropédica, região rural do Rio de Janeiro e a Escola Tia Neuma Gonçalves, no Complexo Desportivo da Vila Olímpica da Mangueira, em parceria com inúmeras empresas mantenedoras do projeto desenvolvido pelo Grêmio Recreativo Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira.

O Santa Mônica Centro Educacional teve a honra de ter em suas salas de aula e poder contribuir para sua formação e sucesso, pessoas que se destacaram em nossa sociedade, entre elas a cientista Zaquia Simone, pesquisadora brasileira da NASA, o jogador de futebol Ronaldo Nazário, o fenômeno, e a apresentadora Xuxa Maneguel.